Portfólio Diamond – SENAC – Master Class Lenôtre

senac

Geeeeeeeeeente, vou contar para vocês… se tem uma instituição que eu respeito e admiro, principalmente na área de gastronomia é o Senac!!!!

Já fiz alguns cursos e achei incrível, agora vocês não acreditam o que eles estão lançando… Um Portfólio Diamond… pois é….

“A Diferença entre aprender com os melhores e aprender como os melhores!!”

Sentiram pelo slogan o nível que será o curso né….

Bom, trata-se de uma parceira entre o Senac e a Lenôtre, parceria formada desde 2009….

Alguns irão se perguntar agora… Lenôtre??? mas eu conto tudinho para vocês…. A Lenôtre é considerada uma das melhores escolas francesa de gastronomia.

Considerada uma luxuosa grife  francesa que influenciou completamente  a pâtisserie, e todo a forma de como estas maravilhas são feitas, fazendo assim, produtos gourmet, desde sempre, a mais de 60 anos…

Uma fofoca, que encontrei no google, em 2011 a Accor anunciou um acordo de venda da Lenôtre para a também francesa Sodexo por aproximadamente 70 milhões de Euros… Será que é verdade????? não sei, mas está no goolge;;;

Voltando a falar do curso… O nome dado foi: “Master Class Lenôtre”

É um programa de especialização em confeitaria avançada.

O curso tem uma duração de 24 semanas e é todo ministrado em Campos do Jordão, este campus foi escolhido pelo pessoal da Lenôtre que viu todo o diferencial do Senac, com instalações de primeira, e ainda, dentro de todos os padrões exigidos pela Ecole Lenôtre!!!!

tortas

No lançamento do novo portfólio pudemos provar e perceber claramente algumas diferenças dos materiais utilizados, mostrando assim, o lado nobre e perfeccionista europeu, que utilizam apenas produtos de alta qualidade!

Esta foto da torta por exemplo, o aroma, vocês não têm uma ideia, e o sabor, para os paladares adocicados dos brasileiros, é diferente, pois é beeeeeem forte… nós gostamos mais açucarado, mas é costume!!!!

bombons diferetes

Pudemos provar e sentir a diferença entre o chocolate, conforme a foto anexa no sentido horário, 1. nacional meio amargo,2. chocolate belga Callebaut 811 54,5% de cacau,3. chocolate que a Callebaut esta produzindo no Brasil e está dentro das normas brasileiras que terá 66,8% de cacau, bem como Cacao Barry Tanzânia 75% cacau (4)!

A diferença de um para o outro é absurda.

Fica claro que a Callebaut está se esmerando para fazer um chocolate nacional, com preço camarada, dentro dos padrões Belgas, para que nós tupiniquins possamos começar a degustar produtos de primeira qualidade!

É gritante a diferença dos padrões brasileiros, para o padrão europeu, gente, faz muita diferença, eles nos explicaram que a farinha, e a manteiga que usamos, são de baixa qualidade, sendo impossível comparar com os produtos europeus!

Por mais que a gente já soubesse disso, é difícil acreditar que a diferença é tão gritante!!!!

palestrantes

Os palestrantes eram os professores do Senac e da École Lenôtre responsáveis por esta maravilhosa e saborosa parceria!

Nós, só temos a ganhar, pois com este curso, teremos pessoal treinado, e especializado no que é do bom e do melhor… e vamos ver se assim, conseguimos mudar este conceito e assim passarmos a ter também produtos de primeiríssima qualidade!

O curso foi especialmente idealizado para quem quer conhecer as tendências do mercado relacionados à gastronomia, hotelaria e eventos!

O Portfólio Diamond será composto pelos cursos:

  • Master Class, Chocolates Clássicos e Chocolates contemporâneos;
  • Novos sabores e texturas, todos em parceria com a Lenôtre; Cachaças e Madeiras:
  • Inovação e oportunidades, com o Ibrac; e Advanced Revenue Management and Pricing for Hotels, em parceria com a Cornell Universit.

Haverá uma dupla certificação, e serão ministrados por docentes das instituições parceiras.

Ou seja, quem fizer qualquer um dos cursos, irá arrasar no mercado de luxo, no mercado gourmet!

Para inscrições: http://www.sp.senac.br/sites/Diamond

Informações e contato do Senac de Campos do Jordão: (12) 3668-3001

Espero que tenham gostado deste maravilhoso lançamento!

Fotinho dos bombons deliciosos com Chocolate Callebaut… que olha, melhor bombom que já comi….

bombom choco uvai

bombom de choco e coco

Bjos

Heleninha

Uma Noite de Harmonizações

queijo e mel

Quando eu recebi o convite para participar da noite de harmonização com mel, queijos, pães e vinhos, bom, quem me conhece já sabe que amei né…. tudo o que amo em uma noite só!!!

Já fiz um post sobre a Mbee Mel Gourmet, e para mim eles mudaram o conceito de mel, pois são gourmet meeeeesmo, uma delicia de mel, mel 100% natural, e como eu contei no post as abelhas são felizes (e são mesmo viu….)

Mas não estou aqui para falar apenas da Mbee, e sim para falar na noite maravilhosa que tive… Não haverá nenhuma receita no final, apenas aquela sensação de quero mais…. como eu me senti naquela noite…

O evento ocorreu na De La Croix Importation, em um ambiente simplesmente maravilhoso.

Desde a chegada as minhas impressões foram as melhores…

familia mbee

Eu com o Eugênio e a Márcia, família Mbee, que eu  já era fã!!

Os queijos foram fornecidos pela A Queijaria, os pães pela Julice Boulangère, os vinhos pela De La Croix e o mel, bom não preciso nem falar por quem né, mas falarei… pela Mbee.

Na mesa, tínhamos as taças numeradas, os pães, os queijos separados.

Vimos um vídeo com a fazenda onde as abelhas felizes ficam, bom, como eu não me aguento, vou resumir o porque das abelhas felizes, mas vocês já sabem, tem um post dedicado só para elas hein….

As abelhas são felizes pois elas vivem em colmeias sobre pedras, o que faz com que na parte da noite seu ambiente esteja mais aquecido, desta forma, elas batem menos as asas, assim, elas ficam menos cansada, e assim ficam mais dispostas e com mais tempo para passar com sua família… ou seja, QUALIDADE DE VIDA…. quem não é feliz assim??? As abelhas são….

Voltando a degustação que é o foco deste post… rsrsrsrs

Provamos os queijos com os méis, harmonizando com os vinhos e pães.

Ahhhhhh e sabem o que descobri???? que o vinho que combina com queijo não é o tinto, é  o vinho  branco…. Foi explicado que o vinho tinto da aquela sensação metalizada na boca (comecem a reparar), o vinho branco, huuuuum realmente combinou perfeitamente.

A minha harmonização preferida não foi a harmonização preferida de todos… maaaaaas eu tinha que ser diferente né?

O meu voto foi no queijo Dionísio (juro, que espetáculo de queijo), harmonizado com o vinho Chablis 2013:

– Descrição do Queijo – Leite de vaca pasteurizado, casca crocante e amarga, massa cremosa e suave, lavado no vinho.

– Descrição do Vinho – Tem coloração dourada, um nariz puro, floral e fresco. Primeiro evoca as notas florais, de pêssego e damasco einalmente ao limão. O paladar é tanto rico como fresco e elegante. O toque mineral vem n final para equilibrar todo o conjunto

queijo com mel

No queijo colocávamos o mel! Nesta opção eu escolhi o  mel gourmet, ficou uma delicia, uma harmonização surpreendente.

Ouvi nesta noite uma frase incrível e verdadeira: É IMPOSSÍVEL COMER MEL SEM SE MELAR!! Pois bem, não preciso nem falar né…. fiquei uma delicia… rsrsrs

A harmonização preferida da grande maioria foi: “Flor de Mandacaru (ameeeeei mto este queijo também) harmonizado com Cidre Charlotte Corday:

– Descrição do queijo – Leite de vaca pasteurizado, mofo branco, casca aveludada branca, massa mole, cremos, paladar suave.

– Descrição do vinho – Tem uma cor dourada profunda, com suaves e untuosos aromas de maçãs, além de uma ótima acidez.

Esta harmonização fez o maior sucesso, mas o vinho não fez o meu estilo…. acho que vale a pena provar, pois como disseram ou você ama ou odeia….

queijo vinho e mel

Tivemos ainda outras harmonizações… mas o destaque da noite foi o Mel Mbee de Jataí….

Eu nunca tinha provado este mel, ele é tão, mas tão marcante, tão saboroso, tão especial…

Ele não é vendido como os outros, pois precisa de refrigeração, e eles vendem apenas na embalagem de 4 ml, pois tem toda uma restrição, umas regras que eles tem que seguir… e ainda o fato das abelhas serem especiais….

Então aproveitem que a hora é agora.. mas olha, tem que ser guardado na geladeira… senão ele estraga…. e por ser tão especial tem que cuidar…

mel colher

Mais detalhes da mesa com os queijos, o mel em detalhes, tínhamos três pires para provarmos… Ahhhh o in natura, estava cristalizado, e estava tão gostoso…

Geeeeente, mel cristalizado não está estragado, ele apenas está lhe mostrando que é 100% natural…. ou seja, é mel puuuuro…. então nada de jogar no lixo…

Os pães servidos foram: Baguette, pão de azeitona e alho (meu preferido), pão de centeio e mel.

Foi uma noite simplesmente incrível, conheci pessoas mAaravilhosas, foi uma noite especial…

Espero que com estas informações eu tenha conseguido passar um pouquinho da delicia que foi minha noite… e claro vou passar os links dos fornecedores da noite, pois para quem esta em SP vale a pena conferir…

A Queijaria

Julice Boulangère

Mbee

De Lacroix

mimo